Muitos especialistas dizem que a rede social não é mais sobre somente populariza-la. Como o Facebook e o Instagram são feeds baseados em algoritmos., se torna mais complicado para marcas alcançar seus seguidores se eles não conseguem se engajarem no seus conteúdos.

Um público engajado é melhor que apenas números. É por isso que criamos algumas dicas neste tópico de como engajar seus fãs nas redes sociais Similarmente, o layout da rede social está mudando, e, grandes plataformas como o Facebook e o LinkedIn estão olhando com uma olhar diferente para comunidades fechadas e se ajustando para terem mais utilidade. Já não querem mais somente usuários comuns, mas também empresas.

Neste post, vamos discutir o por quê você deveria usar os Grupos do LinkedIn para negócios e, também, iremos dar dicas concretas de como criá-los e administrá-los.

Então, Por que os Grupos do LinkedIn?

Os Grupos do LinkedIn, ou, LinkedIn no geral, não possui a melhor reputação em ajudar empresas a impulsionar o seu engajamento com seu público-alvo. Muitos grupos não possuem moderação e muitas vezes estão cheio de spams e links irrelevantes. Entretanto, possui suas vantagens que fazem uma melhor opção do que outras plataformas. Vamos começar:

1. Plataformas Sociais estão se Reorientando no Empenho nos Grupo

As redes sociais já não são locais para gerar um “buzz” para sua empresa e/ou produtos. A comunicação entre em consumidores e empresas estão quase igualmente importante, e as plataformas sociais vem reconhecendo a importância das duas partes terem um diálogo sincero nos grupos.

Mais de um bilhão de pessoas no Facebook são usuários ativos em grupos, e em meados do ano passado, o Facebook introduziu novas ferramentas e opções para grupos para que seus administradores pudessem aumentar sua comunidade.

David Spinks, o fundador da CMX Hub, tuitou um boletim de notícias enviado pelo time do LinkedIn sobre melhorias das ferramentas de grupos do site:

melhorar uso dos grupos linkedin 2018

O LinkedIn anunciou que vão focar muito nos grupos nos próximos meses. Novas ferramentas: - Achar grupo será mais fácil; - Conteúdo melhorado e novas ferramentas de discussão...Ainda é um caminho árduo, mas estou animado para ver o foco na comunidade”

Ainda temos de ver como vai terminar, mas claramente o LinkedIn vê os potenciais benefícios dos grupos para os usuários na plataforma.

2. O LinkedIn Possui Comunidades com Ferramentas Exclusivas

Uma das vantagens que os Grupos do LinkedIn possui sobre outras plataformas sociais são suas ferramentas exclusivas de administração. Um exemplo disso é que o LinkedIn envia um sumário das atividades para os membros do seu grupo. Da mesma forma, você pode enviar um anúncio administrativo para os emails de todos os membros. Essas ferramentas mantêm seus membros informados sobre as interações no seu grupo e os encoraja a participarem mais nas discussões do grupo.

3. LinkedIn está Crescendo

O Facebook e o Instagram são os xodós do marketing social mundial por sua vasta quantia de usuários, mas o LinkedIn possui um crescimento significativo nos últimos anos. De acordo com sua página, a plataforma hoje possui mais de 546 milhões de usuários em 200 países.

Isso é importante para sua empresa considerando que abre janelas para o marketing. O LinkedIn é uma plataforma social profissional que atende pessoas que querem avançar nas suas carreiras e criar uma reputação no seu mercado de trabalho. Isso significa que o LinkedIn pode providenciar uma melhor oportunidade para as marcas se engajarem com seus consumidores, especialmente aqueles que estão no mercado de “empresa a empresa” (business-to-business ou B2B).

Se você está interessado em criar e administrar um grupo no LinkedIn, criamos um breve tutorial de como criar um grupo excelente. Vamos lá:

Como Eu Crio um Grupo Excelente no LinkedIn?

1. Escolha Assuntos que se Relacionam com Seus Consumidores

Queremos que nossos consumidores se engajam quando falamos sobre nossos serviços ou produtos, mas eles provavelmente irão querer falar sobre outras coisas no mercado. De um certo modo, profissionais possivelmente irão querer discutir mais sobre como ser bem sucedido no seu mercado do que como usar seus produtos. De maneira semelhante, falar sobre como usar seus produtos e serviços não abrem uma via para conversas.

Então, o que fazer? Uma das melhores maneiras de ter seus consumidores engajados e crescer o número de membros no seu grupo do LinkedIn é encontrar assuntos que eles podem se relacionar. Como por exemplo, o Grupo de LinkedIn do Hubspot focado no Marketing de Entrada. Se queremos administrar um grupo no LinkedIn, nossos consumidores provavelmente irão querer discutir gestão/marketing de redes sociais. Algumas perguntas que você talvez queira se perguntar quando for escolher um tópico para o seu grupo do LinkedIn:

  • Quais são as suas metas para o grupo e sua comunidade?
  • Quais são os assuntos mais frequentes no seu mercado?
  • Quais tópicos seriam úteis para seus consumidores? (dica: o que os consumidores geralmente perguntam?

Ter um tópico que seus consumidores possam se relacionar não fará apenas você ter mais membros, também, irá ajudar a encorajar membros iniciarem seus próprios e deixará mais fácil para você administrar o grupo.

O tópico para um certo grupo pode ser refletido na descrição do “SOBRE ESSE GRUPO”. Então, tente visitar outros grupos no mesmo que mercado que você atua e veja quais tópicos seus consumidores estão ou poderiam estar interessados.

A descrição do “Sobre Esse Grupo” no LinkedIn pode mostrar a ideia principal ou assuntos do grupo.

2. Crie Seu Próprio Grupo

Depois de decidir o seu tópico, crie seu grupo no LinkedIn. Para fazer isso, entre no LinkedIn, vá no seu Grupo do LinkedIn e clique em criar grupo. Você será redirecionado a uma página diferente e terá de preencher o nome do grupo, logo, descrição, regras, membros (regular ou não-listados). 

Todos os campos são obrigatórios, exceto as regras do grupo. Entretanto, recomendamos preencher essa parte. Pelo menos, as regras básicas para entrar.

Segue um exemplo de regras com o Conteúdo do Próprio LinkedIn:

Muito importante focar nos links, pois é necessário ter ciência se eles são puro spams ou se são sobre tópicos que não agregam nada. Foque nisso no início e quando você deve atualizá-los, para promover uma conversação saudável no seu grupo.

3. Crie Mensagens Modelos

O LinkedIn permite que os administradores criem mensagens personalizadas para pessoas que queiram entrar no grupo. Para acessar essa ferramenta, simplesmente clique em Gerir na página inicial do seu grupo, selecione Modelo (Template) e depois clique em Crie Modelo (Template) para as mensagens que você queira customizar.

: Você pode usar diferente mensagens modelos, como por exemplo:

  • Solicitação Junte-se
  • Mensagem de Bem-vindo
  • Mensagem de Negado
  • Mensagem de Negado e Blog

Se você não criar essas mensagens, o LinkedIn irá mandar uma mensagem para as pessoas que solicitarem entrar no grupo. Então, sugerimos que crie essas mensagens sabiamente. Elas podem ajudar a criar uma imagem do grupo e ajudar a mostrar a identidade da sua marca.

4. Cresça Seu Grupo 

Uma das maneiras mais fáceis de crescer seu grupo no LinkedIn é convidando pessoas que você já está conectado na plataforma. Isso ajuda que os membros do grupo já tenham um interesse em comum, que seria os tópicos que o grupo tem enfoque.

De maneira parecida, você pode usar seu perfil do LinkedIn para promover seu grupo e encorajar suas conexões a fazer o mesmo. Além disso, você pode promover seu grupo nas suas outras redes sociais através da lista de contatos nos emails.

Você pode melhorar a imagem do seu grupo no LinkedIn colocando palavras-chaves que as pessoas no seu mercado provavelmente usariam.

É importante saber que você precisa aumentar seu grupo com responsabilidade. Ser grande nem sempre significa melhor, especialmente se você quiser criar um ambiente de conversas saudáveis. Alguns dos grandes grupos no LinkedIn possui inúmeros links de spam. É melhor crescer sua comunidade com pessoas que realmente querem aprender e discutir assuntos em comum do que um exército de pessoas, mas que só postam spam.

5. Inicie Assuntos e Realmente Engaje

Um dos passos mais importante quando se cria um grupo de Linkedin de efeito, é começar conversas. No começo, seu grupo estará vazio e é seu trabalho iniciar tudo e encorajar a todos a compartilhar seus pensamentos.

Uma maneira de fazer isso é criando um “post de bem-vindo” que acolhe todos os novos membros e fala sobre o foco do grupo e encoraja as pessoas a lerem as regras. Esse deve ser um post persistente que todo novo membro tem de ler para fazê-los se sentir acolhidos e mostrar mais ou menos o tipo de conversas que o grupo terá. Então, tenha a certeza de colocar esse post sempre como destaque. Para deixá-lo destacado, simplesmente clique nos três pontos no canto superior da página e selecione destacar.

Próximo passo, você pode criar o primeiro assunto a ser discutido no grupo para encorajar as pessoas a começarem a postar e da-lhes um manual de regras intenso do que é apropriado para o grupo. Uma maneira de se fazer isso, é postando um anúncio sobre seu mercado e perguntar a seus seguidores seus respectivos pontos de vistas. Isso encoraja as pessoas a imediatamente compartilhar seus pensamentos. Um exemplo, um post simples como o que o Contentools postou no seu site, pode encorajar seus seguidores e postarem.

Não simplesmente inicie uma conversa e deixe de acompanhar. É importante que você esteja ativo nas suas postagens através de comentários ou dando likes nas respostas feitas pelos membros. Isso pode encorajá-los a continuar postando.

Responder e dar likes nos comentários pode pôr um ar de “desafio”, especialmente se você usa múltiplas contas. O pagamento pode ser grande, especialmente se estiver criando uma comunidade bem sucedida. Uma simples maneira de fazer isso, é utilizando uma ferramenta de gerenciamento de redes sociais. Como por exemplo, As 10 Melhores Ferramentas Para As Redes Sociais em 2018, que te permite acessar e entrar em diferentes contas e mensagens das suas redes sociais de múltiplas plataformas sociais, deixando fácil controlar as postagens do seu grupo.

6. Continue Moderando

Uma parte crucial de todos os grupos do LinkedIn é manter moderando os grupos independente do tamanho do seu grupo ou a frequência que as pessoas postem nele. É importante reforçar as regras e continuar removendo spams da mesma maneira para evitar que os membros do grupo saiam.

Spam, na sua grande maioria, é a razão para membros saírem de grupos de acordo com o próprio LinkedIn. Isso pode contribuir para as pessoas ignorarem seus grupos. Deletar um post de spam ou comentário é simples de se fazer. Simplesmente clique nos três pontinhos no canto superior direito do post ou comentário e delete-o.

Também, encoraje seus seguidores a sinalizar conteúdos inapropriados ou desnecessários, ou o que pode reforçar o senso de comunidade dentre os membros. De forma semelhante, você pode se beneficiar do Processo de moderação do LinkedIn em grupos que sinaliza conteúdo promocional.

“Uma prática crucial em todos os grupos do LinkedIn é manter moderando o grupo independente do seu tamanho ou da frequência de posts”

Há outras maneiras de se criar um grupo de sucesso no LinkedIn recheado com debates e uma comunidade engajada. Encontre mais algumas ideias aqui; Descubra quais ideias mais lhe servem para o tipo de grupo que está criando.

Você, também, juntar-se a grupos do seu mercado e copiar algumas de suas melhores práticas. Aprovação é necessária antes de se juntar aos grupos, então é melhor se juntar ao máximo de grupos possíveis para iniciar o quanto antes.

Você pode se juntar a grupos mais populares, como o Digital Marketing e Content Marketing Institute LinkedIn Group, possuem mais de um milhão de membros. Esses grupos grandes vão te mostrar os pontos negativos e positivos. Como por exemplo, o que é certo de se dizer é que o Digital Marketing terá alguns membros se auto-promovendo ou postando spams. Entretanto, tente observar o bom e o ruim. Examine como os administradores administram os que postam spam (spammers) e como eles encorajam debates com seus membros.

Conclusão

Grupos do LinkedIn não possuem a melhor imagem quando se diz em criar comunidades engajadas, mas há esforços recentes para melhorar a experiência, iniciativa da própria empresa. Existe muitos pontos positivos em se criar um grupo na plataforma, mas tem de se fazer da maneira correta. Assegure-se de achar os assuntos relevantes, cresça seu número de seguidores, e jamais se esquece de continuar moderando-os.